Saiba como aproveitar o Carnaval do Rio de Janeiro – A maior festa do Brasil.

0
644

 

O “Carioca” é um povo muito festivo, conhecido mundialmente por sua simpatia. Os moradores amam sua cidade e sempre encontram uma razão para celebrar.  E a maior celebração do Rio é certamente o Carnaval. Este é um momento em que todos se reúnem para se divertir e comemorar uma das mais belas paisagens do mundo.

Durante o Carnaval, a cidade toda vive uma festa. Centenas de “blocos” saem pelas ruas arrastando uma multidão de foliões fantasiados.  O povo do Rio, que é conhecido por sua informalidade, aproveita esse tempo para se divertir fazendo a própria cidade como um grande palco.

O “Carioca”, diz que um dia perfeito para o Carnaval é: praia de manhã, partir para um bloco de rua durante a tarde e o Desfile das Escolas de Samba à noite. Uma vez que você conseguir isso, você pode se sentir um pouco mais Carioca.

 

Existem dois tipos de desfiles de Carnaval no Rio: As escolas de samba e os blocos de rua. O primeiro é uma competição oficial entre as escolas de samba do Rio e cada grupo tem os seus próprios músicos e artistas, que trabalham durante o ano todo preparando a escola para o desfile.

 

Escolas de samba se apresentam na Marques de Sapucaí ou mais conhecido como “Sambódromo”, local onde a mágica acontece. As escolas de samba têm os seus próprios temas, e todos os anos eles apresentam uma nova surpresa. Eles desfilam carros alegóricos decorados e roupas incríveis. O desfile todo é fantástico! Cheio de vida, cor, música e alegria que é simplesmente contagiosa.  O local do desfile é preparado para receber os turistas, sendo tudo muito bem organizado, com letreiros em português, Inglês e Espanhol, além de serviços para garantir conforto e segurança.

Se você está vindo para o Rio para curtir o carnaval pela primeira vez, há algumas coisas que você tem que saber sobre o desfile das escolas de samba.

O primeiro desfile oficial ocorreu em 1932.Desde então, as escolas competem entre si, e todos os anos usam diferentes inspirações para os seus temas, músicas, figuras públicas locais ou internacionais, ou questões culturais dos diferentes povos do mundo.

Vamos apresentá-lo para as Escolas de Samba mais tradicionais:

Beija-Flor: A escola está localizada fora do Rio de Janeiro, no município de Nilópolis, e é uma das maiores escolas de samba, tendo sido campeão por 12 vezes. Também foi a primeira a ter uma combinação de gestão das artes e um grupo de profissionais que os representem nessa comissão, enquanto a maioria das outras escolas tem um perfil mais informal. A escola é bem conhecida pela sua excelência na criatividade, com cores fortes e fantasias que encantam por sua qualidade.

Mangueira: A escola mais tradicional do Rio, fundada em 1928. Início de grandes poetas populares da música brasileira, como Cartola, e de grandes nomes como Beth Carvalho, Chico Buarque e muitos outros. Na história do carnaval carioca, a escola se destaca pela batida do tambor Surdo, o que dá um ritmo típico e cativante. O Surdo é o instrumento que simboliza o carnaval carioca e é responsável pelo ritmo que é tão animado e contagiante. A escola tem em sua história 18 títulos.

Mocidade: A escola é muito famosa por trazer a cada ano algo novo para a sua bateria. Ela foi a primeira a fazer a famosa “paradinha” em frente ao júri. Uma mudança temporária no ritmo da bateria, como uma forma de diferenciar-se das outras escolas, mantendo o ritmo para que a escola continue o desfile.  Ela também foi responsável pela introdução da “madrinha de bateria”, em 1985, que é hoje um dos personagens mais importantes na escola, sempre representado por lindas mulheres. A escola ganhou 05 campeonatos, o último em 1996, mas está sempre entre as favoritas. Ela é conhecida por suas criações futuristas, como a primeira apresentação de voo de um componente que o público já viu.

Salgueiro: A furiosa! A escola é uma das escolas mais tradicionais do Rio e sua bateria é conhecido como “bateria furiosa”. A Salgueiro tornou-se famosa devido aos seus excelentes intérpretes de samba, que com suas vozes poderosas encantam e convidam o público a cantar com eles. Os ensaios que acontecem em sua quadra são os mais procurados e animados. A escola é a favorita de muitas celebridades e figuras famosas de todo o mundo, uma vez que está localizada na área central da cidade, que é um ponto de fácil acesso e uma área de mais segurança.

 

Portela: Desde o primeiro desfile oficial, a Portela foi a única escola a participar de todos os desfiles, e tem o maior número de títulos. Ao longo das primeiras décadas do carnaval carioca, tornou-se uma das principais escolas de samba do Rio de Janeiro, usando a águia como símbolo e as cores azul e branco. Ganhou o primeiro lugar em quantidade de títulos, e é também uma das escolas presentes desde a fundação do carnaval carioca. A tradicional agremiação já conquistou 21 carnavais, e a última conquista foi em 1984, com o samba-enredo “Contos de Areia”.

Além disso, há outras escolas importantes, como a Grande Rio, Imperatriz Leopoldinense, Porto da Pedra, Renascer de Jacarepaguá, São Clemente, União da Ilha, a Unidos da Tijuca, e Vila Isabel. Todas elas representam uma região específica e uma identidade única do Rio, e todos os anos elas apresentam um novo tema e um novo enredo, com uma canção especial e belas fantasias.

 

Assistindo ao desfile

O Sambódromo é dividido em 13 setores. Cada um é dividido em três diferentes tipos de lugares: arquibancadas, frisas e camarotes. Entre os setores 9 e 11 fica o recuo da bateria, local onde os ritmistas da escola “estacionam” para permitir a passagem do restante da escola.

Todos os setores possuem restaurantes, bares e áreas livres de circulação atrás das arquibancadas.

A exceção do setor nove, não existem lugares marcados nas arquibancadas e são as opções mais econômicas. Nas arquibancadas, é possível sentir toda a vibração das torcidas das escolas.

As frisas ficam localizadas à frente das arquibancadas, levemente acima do nível da passarela. Cada frisa possui 6 assentos. As frisas do setor 7 fila D são cobertas, o que garante maior conforto. Assistir ao desfile das frisas permitirá ao espectador sentir-se desfilando junto com as escolas.

Os camarotes localizam-se abaixo das arquibancadas e possuem uma visão perfeita de todo o desfile. São os lugares mais cobiçados do sambódromo. Possuem ar condicionado, decoração e excelentes menus com aperitivos, pratos principais e sobremesas.

Existem também os assentos individuais localizados nos últimos setores, onde não se tem uma visão completa da passarela. Contudo, são ideais para quem quer assistir ao desfile em um local menos agitado e mais econômico. Além disso, você poderá desfrutar da explosão de alegria dos participantes que completaram o desfile na Praça da Apoteose.

Não importa a escolha que você faça: assistir ao desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro é uma experiência inesquecível. Cada setor oferecerá a você uma emoção diferente. Mas com certeza todas são maravilhosas.

 

Os Blocos de rua

Os Blocos de rua, são Bandas de Carnaval que desfilam pelas ruas da cidade. Há quase 500 blocos, cada um com um nome diferente e muitas vezes com um jogo engraçado de palavras. Apresentam-se em dias, lugares e horários diferentes. Alguns deles são pequenos, enquanto outros são enormes. Os maiores são os mais queridos do povo e podem reunir cerca de 500.000 pessoas.

Os blocos que desfilam nas ruas do Rio de Janeiro representam a diversidade que esta festa significa para seus participantes e muito simples. É marcada a hora e o local de concentração, onde se espera que as multidões se reúnam para que, em seguida, o bloco siga seu trajeto ao som de sucessos carnavalescos. Os blocos ficam espalhados por toda a cidade e desfilam de manhã, a tarde e à noite.

A grande maioria escolhe como seu repertório ritmos clássicos do carnaval: sambas e marchinhas. A cada música tocada, a multidão explode em alegria e canta com toda a sua energia. Há também aqueles que cantam suas próprias músicas, ou seja, canções que foram compostas por músicos do próprio Bloco.

Mas o Carnaval no Rio de Janeiro é democrático. Não é apenas samba e marchinhas. Há repertórios para todos os tipos de gostos. Há blocos que só tocam música brega, outros tocam rock clássico e há mesmo alguns que reproduzem faixas de videogames reinventadas com um balanço brasileiro.

Não importa o bloco que você escolher, o carnaval de rua do Rio de Janeiro combina a bela paisagem da cidade, com a descontração dos cariocas. Um traje criativo, cerveja gelada, gente bonita e a espontaneidade do Carnaval. Vivê-lo nas ruas da cidade mais bonita do mundo, é difícil não ser uma experiência inesquecível.

Prepare tudo e embarque em uma viagem inesquecível através do Carnaval do Rio de Janeiro, onde o ponto de partida é o samba, que irá levá-lo para um mundo encantado.

Veja a agenda dos blocos: https://diariodorio.com/agenda-dos-blocos-de-rua-do-rio-em-2020/

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here